Welcome to The Jungle Baby

Um cara que perde o vôo para o Brasil, atrasa seu show em aproximadamente duas horas; faz seu público esperar debaixo de chuva em uma madrugada de domingo para segunda-feira; e mesmo sabendo que vai ser o alvo de criticas agressivas fazendo bonito ou feio, sobe ao palco levanta seu público e sai como o grande momento do festival, merece meu respeito. Isso é muito Rock and Roll, queiram ou não queiram. Axl Rose parabéns. Eu não sou fã de Guns and Roses, gosto de uma ou outra música, mas essa polêmica, essa quebra de caretice dentro do rock, não é mais tão vista assim como antigamente. Axl Rose demonstrou isso no último domingo dia 2 de outubro no Rock in Rio. A crítica com suas pedras pronta para atirar, mesmo antes do cara chegar ao Brasil, na maioria dos casos não sabem do que falam, a maior parte delas vem de quem estava em casa, no aquecimento e conforto de seu Facebook, xingando, nada mais careta do que isso. Confesso que me identifico mais com atitudes e ideais do System of a Down, apesar de não ser também fã dessa banda, mas ao meu ver eu me identifico com eles; porém admito, o Guns com sua formação nada clássica, com seu vocalista fora de forma, representou bem o Rock and Roll no último dia do Rock in Rio.

Morre Redson, vocalista do Cólera

Felizmente, se assim posso dizer, eu pude ir a um show do Cólera. Há poucos meses atrás em Serrana, de graça, na humildade, Punk como deve ser. Tirei uma foto com ele, que aceitava numa boa a galera que queria conversar ou registrar uma imagem. Na hora do show eu estava cansado, desmotivado, mas no momento em que tocou “Caos Mental Geral” não tinha como não entrar na roda e soltar aquele grito preso na garganta. Animei depois dessa, quando percebi minha mão estava sangrando, devo ter machucado ela ao encostar no palco, mas no momento nem senti nada, a adrenalina do momento vencia qualquer dor e hematoma.

Recordo-me de outras duas vezes que perdi shows do Cólera, em uma das vezes eu dormi a noite no chão, em cima de pedregulhos para esperar a banda, que no outro dia chegou mais tarde do que eu pude esperar, e da outra vez por um problema com a van.

Enfim, você pode estar morto Redson, mas não acredito nisso por completo, seus ideais nesses 30 anos de banda serão lembrados por gerações e gerações, “mas eu só sei que nós podemos ser o exemplo desse grito de razão”. Nada foi em vão, é como diz V Vingança “Idéias são a prova de balas”.

Valeu Redson.

Alice in Chains e Stone Temple Pilots no SWU 2011

Mais duas bandas confirmadas para o SWU Music & Arts Festival 2011.  Alice in Chains e Stone Temple Pilots se apresentarão no SWU  no dia 14 de novembro. O festival 2011 acontecerá entre os dias 12 e 14 de novembro, na cidade de Paulínia, interior de São Paulo.

Até o momento os nomes confirmados são: Faith No More, Sonic Youth, Peter Gabriel & The New Blood Orchestra,  Megadeth, The Black Eyed Peas, Snoop Dog, Duran Duran, Damian Marley,  Michael Franti & Spearhead, Primus, 311, Miyavi, Down,  Black Rebel Motorcycle Club, Chris Cornell, Alice In Chains,  Stone Temple Pilots, os DJs James Murphy, Frankie Knuckles, Sven Vath,  Afrojack, Loco Dice, Joris Voorn, M.A.N.D.Y, Nic Fanciulli,  Layo & Bushwacka, Fedde Le Grand, Damian Lazarus, Marky & S.P.Y.,  Ask 2 quit, Database, Paulo Boghosian, Memê, Raul Boesel,  Gui Boratto e Dubshape e também terá a participação,  no Fórum de Sustentabilidade, de Bob Gueldof e Neil Young.

 

Fonte: ZonaPunk

Misfits anuncia lançamento de novo álbum

Após 12 anos sem lançar um álbum com canções originais, a banda de horror punk, The Misfits, anuncia o lançamento de seu novo álbum “The Devil’s Rain” para outubro desse ano. A formação atual da banda conta com Jerry Only, Dez Cadena e Eric “Goat” Arce. O último álbum lançado pelo Misfits foi o disco de covers Project 1950 , lançado em2003. Aprodução do álbum será realizada por Ed Stasium, que já trabalhou com Ramones, Biohazard e Joan Jett. A lista de músicas do novo álbum será:

1- The Devil’s Rain

2- Vivid Red

3- Land Of The Dead

4- The Black Hole

5- Twilight of the Dead

6- Curse of the Mummy’s Hand

7- Cold In Hell

8- Unexplained

9- Dark Shadows

10- Father

11- Jack The Ripper

12- Monkey’s Paw

13- Where Do They Go?

14- Sleepwalking

15- Ghost Of Frankenstein

16- Death Ray

Green Day faz show com músicas inéditas

Ontem, dia 11/08, o Green Day fez uma apresentação no Tiki Bar, em Costa Mesa na California, onde praticamente só tocou músicas inéditas. Foi proibida a entrada de de máquinas/filmadoras e celulares no bar, para que as músicas fossem mantidas em segredo, mas um pequeno vídeo da banda tocando “Goodbye To Romance” do Ozzy Osbourne já está na internet.

O set list do show também já está na internet:

1. Nuclear Family;

2. Stay The Night;

3. Too Young To Die;

4. Old Love;

5. Crushing Bastards;

6. Little Boy Named Train;

7. Trouble Maker;

8. Sweet 16;

9. Wow, That’s Loud;

10. 8th Avenue Serenade;

11. Ashley;

12. Gabriella;

13. Wild One;

14. It’s Fuck Time (Foxboro Hot Tubs);

15. Stray Heart;

16. Last Gang In Town;

17. Amy;

18. Goodbye to Romance (Ozzy Osbourne);

19. Welcome To Paradise;

20. Burnout;

21. Murder City;

22. J.A.R. (Jason Andrew Relva);

23. Only Of You;

24. Hitchin’ a Ride;

25. St. Jimmy;

26. Minority

Sem previsão de volta para o Libertines

O Vocalista da banda Libertines, Carl Barat declarou em entrevista aá revista inglesa NME que não á hfuturo para a banda. O semanário publicou uma matéria de capa onde os cabeças da banda, Barat e Doherty, deixam claro que a relação entre eles ainda está muito danificada para que possam assumir os compromissos com o grupo. Carl completou que eles estão em lugares diferentes, que agora não seria hora para o Libertinese que achou que a água por baixo da ponte estava realmente por baixo, mas talvez não esteja, que isso é difícil e que toda vez que se falam tudo isso volta.